Bienal do Livro 2014

Olá pessoal!!!

Já falei umas 500 vezes aqui que eu iria na bienal, mas é que eu estava muuuuito ansiosa. Dito e feito. 
Fui ontem, dia 29, com a minha escola.

Não tenho muito o que comentar, apenas que estava cheio. Isso que era uma sexta, penso no quão lotado estava nos dias que os escritores famosos foram... 

Mas enfim, o importante é que eu consegui aproveitar e comprei dez livros. E minha vó não brigou, feliz com isso...
Claro, peguei um monte de marcador também...

É a minha terceira experiência na bienal. Lembro-me da primeira vez que eu fui, eu era inocente ainda e estava perdida. Foi chato pois eu tive que ficar perto dos professores, e eles não deixavam nós explorarmos o local. Claro, éramos crianças. Ainda bem que hoje é diferente...

Mas enfim, vamos ver o que eu comprei??



O primeiro stand que eu fui foi no da Galera Record, e claro que eu não me segurei e tive que comprar dois livros. Sim, logo de cara... Mas é que eu queria muito, e estava na minha lista faz tempo!


Will & Will- Um nome, um destino. 
John Green e David Levitham. 
 Esse livro foi a minha amiga que achou para mim, na hora eu quis bater nela mas ao mesmo tempo eu agradeci por ela ter me mostrado, pois como eu sou meio cega e lerda não tinha visto. Estou muito curiosa para ler ele, a minha outra amiga disse que ele é bom, mas ao mesmo tempo confuso porque os dois se chamam Will e há a visão dos dois no livro, alguma coisa assim pelo que eu entendi. Mas que dá para ser lido tranquilamente.

 Anjo Mecânico- Cassandra Clare. 
Eu disse que não sairia de lá se não tivesse pelo menos o primeiro da da trilogia As Peças Infernais. Não precisava ser todos os três. Quem dera. Mas pelo menos o primeiro.
Esse é outro livro que eu só adiava, passava outros na frente. Mas aqui estou eu, com ele na minha estante. Agora só falta ler. 
(Pena que não veio com brilhinho). 


Logo depois que eu sai da Galera Record eu dei de cara com... Adivinhem? Com a editora Novo Conceito.
Sai de lá com três livros. Sim, três. Mas a minha amiga Karen estava junto comigo e resolveu fazer uma comprinha por lá também. Ela me deu o dinheiro do livro e compramos tudo junto para pegarmos desconto.


Anna e o Beijo Francês.
Stephanie Perkins.

Azul da Cor do Mar.
Marina Carvalho.
             Simplesmente apaixonada por essa capa...


Tipo Destino.
Susane Colasanti.
Não me segurei, eu tive que leva-los, eles estavam chamando meu nome.
-Ana, Aninha, leve-me. 
AAAAh, não dá.


A partir da Novo Conceito eu não lembro a ordem dos stands que eu fui, foram tantas...


Meus 15 anos.
Luiza Trigo.
 A Luiza é uma fofa, ela estava na Rocco ontem. Aproveitei para pegar o autógrafo né.... Momentos assim não podem ser jogados fora!!! 


  1. Alice: Aventuras de Alice no País das Maravilhas & Através do espelho e o que acontece por lá.- Lewis Carroll.
  2. Eleanor & Park- Rainbow Rowell.
  3. Carta de Amor aos Mortos- Ava Dellaira


 Mediador e o mistério da ceifa- Bruna Figueiro.
 Não conhecia o livro, eu assumo. Quando a Bruna veio falar comigo e me explicar sobre o que ele falava eu me interessei. Achei super bacana a história e estou louca para ler.
Ela é muuuito legal, de verdade. Eu tive que comprar.

Eu, a Bruna e a minha amiga Laura folgada com meu livro do blog Think About It. 
Ignorem minha cara de bolacha, saí feia na foto. Fazer o que, é a vida... Não tenho culpa se eu estava com pressa pois tinha que voltar para encontrar o pessoal da minha escola...

E esses foram os livros que eu comprei, não me arrependo de ter comprado eles. Com certeza terá muitas resenhas pela frente. Pelo menos dez já estão garantidas.



Resenha: Um Homem de Sorte


Oiee!!! Como vocês estão??? 

Hoje venho com a resenha do livro "Um Homem de Sorte", do Nicholas Sparks.
Esse livro foi a minha primeira experiência com o autor, e não me decepcionei. 

Sinopse: “Era estranho pensar nas reviravoltas que a vida de um homem pode dar. Até um ano atrás, Thibault teria pulado de alegria diante da oportunidade de passar um fim de semana ao lado de Amy e suas amigas. Provavelmente, era exatamente isso de que precisava, mas quando elas o deixaram na entrada da cidade de Hampton, com o calor da tarde de agosto em seu ápice, ele acenou para elas, sentindo-se estranhamente aliviado. Colocar uma carapuça de normalidade havia-o deixado exausto.
Depois de sair do Colorado, há cinco meses, ele não havia passado mais do que algumas horas sozinho com alguém por livre e espontânea vontade. (...) 
Imaginava ter caminhado mais de 30 quilômetros por dia, embora não tivesse feito um registro formal do tempo e das distâncias percorridas. Esse não era o objetivo da viagem. Imaginava que algumas pessoas acreditavam que ele viajava para esquecer as lembranças do mundo que havia deixado para trás, o que dava à viagem uma conotação poética. prazer de caminhar. Estavam todos errados. Ele gostava de caminhar e tinha um destino para chegar."

"Mas não estava em outro época e lugar, e nada daquilo era normal. Trazia a fotografia dela consigo há mais de cinco anos. Atravessou o país por ela."


Thibault é um fuzileiro naval que é encaminhado ao Iraque para uma missão. Após encontrar a foto de uma mulher, a sua vida muda, pois aquela imagem acaba sendo um "amuleto da sorte". 

Depois de ter deixado o serviço militar, Thibault ainda levava a foto consigo. Ele pensou em joga-la fora, mas não o fez. 
Ele embarca numa viagem pra lá de longa, partindo do Colorado e chegando a Hampton. Queria encontrar a tal mulher loira da foto e pagar uma "dívida" que ele tinha com ela por salva-lo de vários atentados de morte.
Ele chegou ao seu destino, e encontrou Beth, uma mulher divorciada que tinha um filho. 
A partir daqui não irei falar, porque várias coisas acontecem!!

O livro se baseia no destino e no amor de duas pessoas. 

"Descubra do que é capaz a força avassaladora do destino."


Gostei bastante dos personagens. Me apaixonei pelo Thibault, odiei o Keith Clayton (ex-marido da Beth), e as vezes eu quis bater na Beth, mas eu a entendi. Nicholas Sparks fez com que eu vivesse e sentisse os personagens, o que (em minha opinião) é fundamental para a construção de um livro.

Para quem gosta do Nicholas, eu indico esse livro.
Se você não gosta de livros demorados, já fica meio complicado. Eu mesma demorei um pouco para terminar essa leitura. Mas eu gostei bastante, douquatro estrelinhas!!


"Mas as vezes, encontrar a luz, significa passar por uma grande escuridão."

Desculpa!!

Oi oi oi!!!! Tudo bem? Comigo está tudo ótimo.
Queria pedir desculpas por esse mini (ou grande) sumiço. 
Não sei o que aconteceu comigo. Eu dizia para mim mesma que iria postar mas no final acabava enrolando. 
A minha inspiração está indo por água a baixo, não estou em um ótimo momento. Acho que todos tem isso, mas estou tentando recupera-lá aos poucos.

Pretendo postar hoje (ou amanhã).  Juro que de domingo não passa. 
Ainda estou pensando no que postar. Confesso que estou em dúvida entre resenha e algum texto aleatório. Nada me agrada. 

Esse mês não foi muito diferente do outro em questões de livros lido, então pretendo fazer um post com os livros que eu comprei. Sim, esse foi um mês em que eu gastei bastante nas livrarias, ainda mais com a bienal vindo... Não vejo a hora!!
Chega dia 29 logo!!!! 

Bem, é isso. Essa fase logo irá acabar e tudo voltará ao seu lugar.

Our Constellations - © 2015. Todos os direitos reservados
Template desenvolvido por Fancy Designs
Tecnologia do Blogger| Créditos: Garota no Mundo Html, Jackie Dream e Enjoy Things| △Voltar ao Topo△
imagem-logo