Resenha: Quem é você, Alasca?


Autor: John Green
Editora: WFMMartinsfontes
Quantidade de páginas: 229

Sinopse 
Miles Halter é um adolescente fissurado por célebres últimas palavras- e está cansado de sua vidinha segura e sem graça em casa. Vai para uma nova escola à procura daquilo que o poeta François Rebelais, quando estava à beira da morte, chamou de o ‘’Grande Talvez’’. Multa coisa o aguarda em Culves Creek, inclusive Alasca Young. Inteligente, engraçada, problemática e extremamente sensual, Alaca levará Miles para o seu labirinto e catapultará em direção ao Grande Talvez.

Quem é você, Alaca? Narra de forma brilhante o impacto indelével que uma vida pode ter sobre outra. Este livro incrível marca a chegada de John Green como uma voz importante na ficção contemporânea.

                                                                                                       +++

Miles Halter é um menino sozinho que tem uma vida sem graça e medíocre. Cansado disso, ele resolve entrar em uma nova escola no Alabama. Ao chegar nessa nova escola, Miles conhece seus novos amigos, o Chip Martin- mais conhecido como Coronel-, Takumi e a garota mais espetacular que ele já conhecera, Alasca Young, onde juntos vivenciam novas aventuras e descobertas.  

''Eu não sei onde fica o outro lado, mas acredito que seja em algum lugar e espero que seja bonito.''

''Quem é você, Alasca?’’ retrata a vida de três adolescentes que estão passando para a fase adulta, oque é o caso de alguns leitores.

O livro tem duas partes, o antes e o depois de um acontecimento que eu não vou falar, pois é um spoiler de matar haha.

''O primeiro amigo, a primeira garota, as ultimas palavras.''

Fiz um simples resumo do livro, pois cada parte é importante e eu pretendo não falar sobre eles para deixar um ‘’suspense’’, não que exista esse tal suspense, mas fica chato contar todo o livro...   

Interessei-me no livro logo de vista. O livro é excelente- assim como outros livros do John Green- e fácil de ser lido e compreendido. O livro em si tem bastantes besteiras, mas isso deixa a leitura mais engraçada e interessante.  Os capítulos não são muito grandes e deixa a leitura mais gostosa e rápida de se ler.

''Eu queria tanto me deitar ao lado dela, envolve-la nos meus braços e adormecer. Não queria transar, como nos filmes, nem mesmo fazer amor. Só queria dormir com ela, no sentido mais inocente da palavra. Mas eu não tinha coragem, ela tinha namorado. Eu era um palerma. Ela era apaixonante. Eu era irremediavelmente sem graça. Ela era infinitamente fascinante. Então voltei para o meu quarto e desabei no beliche de baixo, pensando que, se as pessoas fossem chuva, eu era garoa e ela, um furacão.''

Então oque acharam? Se eu recomendo? Claro que sim. 

E se...?




Eu aceito Augustus. Eu aceito.
Senti o meu coração disparar descontroladamente. Mesmo o Augustus não estando aqui, em carne e osso, eu podia senti-lo. Ele ainda fazia parte da minha vida, minha história. Ele me mudou, levou-me a novas descobertas, realizou algo em que eu achava impossível.
Antes de eu conhece-lo, achava que a minha vida era sem cor, sem sentido. Eu estava enganada. Ele me fez ver que a vida não é assim. A cada ano em que se passam, novas coisas são descobertas e, se não procurarmos, nunca iremos achar.
Mesmo que ele tivesse partido, ele me transmitia uma emoção, uma alegria ao pensar em cada minuto em que passamos juntos. Sonhei com o sorriso torto dele, com os olhos azuis olhando profundamente nos meus, o cigarro apagado em sua boca se transformando em uma metáfora...
Não sei se eu deixei a minha marca, mas, eu sei que o Augustus deixou a dele. Uma marca grandiosa, talvez uma constelação de lembranças do passado em que ele se aventurou.
E foi assim que eu parti. Dormindo e sonhando com o meu Gus com quem eu encontraria em pouco tempo na outra dimensão.


Esse foi o meu final. Um final bom? Talvez sim, mas talvez não. isso vale de cada um. 
Não sou boa com palavras- muito menos com texto- mas foi isso. Espero que gostem.
Recebo criticas construtivas.

books and imagination


Em que lugar vocês estão viajando neste momento? Amsterdã com a Hazel e com o Augustus? Concorrendo a princesa de Illéa com as outras trinta e quatro garotas? Você eu não sei, mas eu estou em vários lugares ao mesmo tempo.
Os livros transmitem uma sensação maravilhosa. Desde que você o pega, ao momento em que você o abraça e folheia as primeiras páginas até a última, com cuidado e carinho. É incrível a forma em que mergulhamos em uma história, como se fosse você mesma vivendo-a. Acho incrível também, a forma em que nos emocionamos a cada página virada, a forma em que nos surpreendemos ao fato ocorrido, de nos fazer sonharmos com homens fofos a cada livro que lemos.
O jeito em como nos sentimos a personagem principal do livro e acabamos, sem querer, atuando no livro também.
Sempre me identificarei com algum personagem e, tenho a certeza, que você também. Sempre iremos passear pelas ruas de New York ou, quem sabe, até mesmo em Hollywood?
Sempre tem pessoas que não gostam de ler e pensam: ‘’Ah, o filme é bem mais fácil e rápido de se ver’’ ou ‘’Ah, pra que ler o livro sendo que tem o filme?’’. Sinceramente? Há muita diferença.  O livro mostra cada detalhe já o filme não. Um detalhezinho que seja muda tudo e, além do mais, quando você lê, sua imaginação é libertada.
Pegue um livro, leve para a viajem se precisarem. Qualquer lugar que você for você irá precisar dele. 


This is...



 ''A proximidade gera familiaridade que, por sua vez, gera confiança.''-Um homem de sorte, Nicholas Sparks.

Nunca pensei que poderia criar um blog, sempre achei impossível. Eu estava errada. Não sei que rumo esse blog irá se tornar, mas eu espero que se torne algo em que pessoas possam se inspirar bom.

Meu nome é Ana, tenho treze anos mas tenho a mentalidade de uma criancinha de cinco. Meu maior amor- além da música- são meus livros. Fui influenciada desde pequena a ler gibis e livros pequenos.

Cresci, e fui entrando cada vez mais nesse universo paralelo.Descobri que, mesmo não tendo o dom, eu gostava de escrever.Não tenho muita coisa para falar sobre mim, mas, nesse blog, eu irei me expressar, falar meus sentimentos, falar sobre livros, música... De tudo um pouco.

É isso, não sei se deu para me conhecerem mas eu tenho certeza que, através dos meus futuros textos, vocês irão me conhecer melhor. Espero que me aceitem a essa nova experiência que eu estou entrando. 



Our Constellations - © 2015. Todos os direitos reservados
Template desenvolvido por Fancy Designs
Tecnologia do Blogger| Créditos: Garota no Mundo Html, Jackie Dream e Enjoy Things| △Voltar ao Topo△
imagem-logo