Resenha: Destrua este diário



Hoje eu irei fazer mais um resenha, mas de uma maneira diferente.
O escolhido dessa vez é o livro destrua este diário, da autora Keri Smith. Acho que muitos já ouviram falar desse livro.
Quando eu peguei o livro não fosse pensar que iria ficar tão impressionada, mas fiquei. A diagramação da capa é perfeita. Ela realmente parece ter sido feita de papelão, e o durex que envolve o título também parece ser bem realista.
O livro, para quem não sabe, é interativo. Ele estimula a pessoa a fazer coisas divertidas, testando a sua imaginação e criatividade.
Confesso que quando peguei o livro e comecei a folhear as páginas eu fiquei meio impressionada de como a autora propõe que a gente destrua o livro de algumas maneiras, digamos... Bizarras.
Como eu sou péssima em criatividade e em desenho, meu diário é meio sem graça e podre... Mas estou treinando isso, é como se fosse uma terapia. 
Vou mostrar alguns resultados meus. Espero fazer outros posts com mais algumas destruições minhas.






Queria informar mais um vez que os meus desenhos são feios, então não liguem haha.



Logo no começo encontramos a página de instruções. Não sabia oque fazer nela, mas quando eu olhei os meus livros da trilogia Divergente e pensei nas facções eu sabia exatamente oque fazer. Confesso que eu fiquei meio desesperada quando vi que não iria caber a facção da Abnegação na folha, mas eu pensei mais um pouco e lembrei que [SPOILER] a maioria das pessoas na abnegação foram mortas... Então eu praticamente exclui a Abnegação e deixei um recadinho do lado: "A abnegação está morta".
Se você não entendeu oque eu quis dizer com isso, estou lhe indicando esse livro. 

Ignorem a minha letra haha.
Logo mais a frente, temos uma página que fala para nós numerarmos o livro. 
Pensei no que eu poderia fazer ali, então resolvi colocar uma frase do livro ''A culpa é das estrelas''. 
Ficou uma coisa simples, mas eu gostei do resultado.
Na frase diz:
''Não sou formada em matemática, mas sei de uma coisa: existe uma infinidade de números entre 0 e 1 . Tem o 0,1 e o 0,12 e o 0,112 e uma infinidade de outros. Obviamente existe uma infinidade maior entre 0 e 2, e entre o 0 e o 1 milhão. Os infinitos são maiores que outros... Há dias, muito deles, que eu fico zangada com o tamanho do meu conjunto ilimitado. Eu queria mais números do que provavelmente vou ter.'' -Hazel Grace


''Jogue alguma coisa
 Um lápis, uma bola suja de tinta
ANGRY BIRDS!!!''

Essa foi mais uma de minhas ideias aleatórias. Porque Ana sem aleatoriedade não é Ana!

Ignorem minha letra part 2.

Dessa vez eu resolvi mudar totalmente essa 'regra'. Lá pedia para colocar a minha lista de supermercado, mas preferi contrariar oque pedia e mudei para "um lugar para a cupom fiscal de compras (de livros)".
Por que eu iria colocar a minha lista de compras de supermercado? Não sou eu que  as pago. Pelo menos os meus livros são comprados todos por mim, e é uma necessidade (Claro que bem menos que comida, mas não deixa de ser...)
Podemos dizer que eu guardo alguns cupões... E essas foram minhas ultimas compras. Eu poderia colocar mais, porém não coube...


Posso dizer que esse livro é totalmente fora dos padrões de um livro normal. Ele pede para recortar, desenhar, pintar, jogar café, esfregar seus pés e outras coisas... Alias, criar é esculhambar.

A(mor)mizade


Estou vendo aquela garota que está sentada do seu lado.

Já pensei na possibilidade de eu tentar ser como ela, mas eu não quero. Acabei nascendo do meu jeito, não que eu não goste disso, eu gosto. Mas o problema é que eu me implico com a forma que você sorri toda a vez que ela fala com você, que me faz refletir no por que você não sorri dessa forma para mim.

Sei que não sou de pedir desculpas, mas eu devo tentar? Talvez seja mais um erro meu.
Eu queria que você soubesse que eu me arrependo de várias coisas. Não queria ser tão exigente, desculpa por pedir demais e não te dar oque merece em troco. Lembro-me de quando eu disse que tentaria não brigar por coisas bobas, pois ficar sem falar com você simplesmente me incomodava. Ainda incomoda.

Parece impossível, mas eu sonho no dia em que você vá a minha casa e se desculpe por ser tão infantil, tomara que você não me faça mais de tola.

Observo de longe o modo que ela fala com você. Joga seus cabelos longos e sedosos para todos os lados jogando "charme". Acho que isso fez com que você se aproximasse dela, fazendo com que nós brigássemos. Somos todos tolos. Talvez eu seja a mais fraca.

Por mais que eu não seja como ela, ainda tenho a esperança que você venha me procurar, pois só eu aguento suas crises. Acho que tudo o que aconteceu é questão de tempo para revermos os nossos erros. Quando o momento certo chegar eu irei te receber de braços abertos, pois o sentimento de a(mor)mizade que eu sinto por você é forte, e eu não conseguirei me desapegar dele facilmente.

Tag: Obsessão por livros

Heey!! 
Eu estava para fazer essa tag faz tempinho, só que eu esquecia dela. (Desculpa Yasmin).
Estava olhando o  blog da minha amiga  e lembrei dessa tag, resolvi fazer pois estou no tédio, oque não é novidade. 
Lá está falando que não tem regra, então quem quiser fazer está livre.
Vamos ver?

We Heart It
1. Você tem obsessão por comprar livros?

Eu acho que não. Eu sempre compro livros quando eu vou para Curitiba, mas sempre o valor permitido, nunca ultrapassei os limites. E claro, eu sempre leio os livros que eu compro, então não é uma obsessão.


2. Quando, onde e quantas vezes você compra livros? Vai sozinho ou acompanhado?
Como eu disse anteriormente, eu sempre compro livros quando eu vou para Curitiba, porque na minha cidade a livraria não ajuda. Nem sempre tem o livro que eu desejo. 
Não sei bem quantas vezes, pois tem meses que eu compro mais, assim como tem meses que eu compro menos. 
Sempre vou acompanhada dos meus avós, mas as vezes eles ficam do lado de fora e quem entra e paga sou eu. Então tudo depende.

3.  Qual aspecto que te atrai em um livro? Tem algum gênero que você sempre procura?
Na minha estante os gêneros são variados. Tem os de romance, assim como tem os livros distópicos e fictícios. Procuro um livro que eu me apegue já de cara e que eu fique ''eu preciso muito ler aquele livro''. Mas tem um gênero que eu não curto muito, que é o de terror ou suspense. Sou meio medrosa nesses assuntos.

4. Prefere livros novos, usados ou a mistura de ambos?
Prefiro os livros novos. Eu tenho a mania de cheirar o livro, e é muito incomodo quando o livro tem aquele cheiro de guardado, é um pouco ruim. Mas  nada que me impeça de ler um livro velho. Desde que o assunto seja bom, estou satisfeita.  

5. Quanto você está disposto a gastar com livros por mês?
Como eu sou estudante eu não ganho nada de dinheiro, então eu meio que dependo dos meus avós. Mas eu sempre guardo algum dinheiro, e no final sempre dá certo. Não tenho preço proposto , mas geralmente o dinheiro que eu guardo dá para dois livros. Tirando os que eu ganho. 

6. Alguma vez você já se obrigou a parar de comprar livros?
Não, sempre fui controlada. Eu acho. 

7. Quanto tempo você demora para ler os livros recém comprados?
Se eu me interessar de primeira eu leio de dois a quatro dias, mas se eu não me interessar no tema eu posso demorar até uma semana ou duas. Mas eu sempre termino de ler. 

8. Você prefere livros curtos e caros ou livros grandes e baratos?
Não escolho o livro pelo tamanho, e sim pelo conteúdo. Mas claro que prefiro os mais baratos hehe, assim sobra dinheiro para os outros que eu pretendo comprar. 

Para finalizar, como sempre, irei deixar uma foto aleatória. *-*

O que eu pretendo fazer nas férias?

Sou uma menina estranha. Por quê? Porque eu simplesmente peço para que as férias cheguem, e quando elas finalmente chegam, sinto saudades da escola. Nem tanto da escola, mas sim dos amigos. A maioria viaja e eu fico aqui em casa. Lindo né? Maravilhoso.
Por isso, preparei algumas coisas legais para que eu não ficasse olhando o tempo passar.



A primeira coisa, com certeza, é ler bastante. Irei aproveitar o tempo gelado e me enfiar embaixo das cobertas, e já que eu ficarei praticamente o tempo todo no tédio, pretendo colocar as minhas leituras em dia.

We Heart It

Me dedicar mais ao blog- Pois é, eu tenho um pouco de preguiça quando o assunto é blog. Isso é fácil, mas o ruim é a inspiração para os posts que somem do nada. Então eu irei me esforçar mais um pouquinho. Aliás, amo esse pequeno espaço onde eu posso compartilhar um pouco mais de mim.

We Heart It (Gostei dessa foto, aí eu preguei para representar Curitba hehe.)

Viagem para Curitiba- Não sei se vocês sabem (provavelmente não), mas meu pai mora em Curitiba e eu amo lá. Pretendo ir e comprar vários livros e CD's com as economias que eu tento guardar. (hehe)

We Heart It.


Fotografar- A única câmera que eu tenho é do celular, e é claro que não é uma das melhores. Mas isso poderá mudar (eu espero). Vi um post no blog Apenas Ana onde não precisa ter uma câmera profissional para as fotos saírem boas. Irei aproveitar para tirar fotos quando eu tiver em Curitiba-eu espero-, para treinar e mostrarei o resultado. Espero que consiga melhorar. 

Resenha: Cidade dos Ossos #1

Vamos lá com mais uma resenha, dessa vez do livro Cidade dos Ossos, primeiro livro da série Os Instrumentos Mortais escrito pela Cassandra Clare.
Ignorem os travesseiros atrás, não quis arrumar a cama, ai ficou assim.

O livro é narrado em terceira pessoa, mas percebemos claramente que temos como personagem principal Clarissa Fray, uma adolescente que é protegida pela mãe Jocelyn. Cansada dessa proteção toda, Clary chama seu melhor amigo Simon para uma nova experiência, que é entrar em uma casa noturna.

Tudo tinha indícios para ser uma noite normal, mas acontece algo que apenas ela consegue ver. Um assassinato. Ela tinha certeza que não estava enlouquecendo, mas ninguém acredita nela.

Clary não sabia oque esperar no dia seguinte, nem mesmo que um dos assassinos - O sarcástico e irresistível Jace- fosse atrás dela no dia seguinte, não para mata-la, mas sim para procurar saber as respostas... Por que ela foi capaz de ver a morte de um demônio mesmo sendo uma mundana? Por que ela o viu quando ninguém mais podia vê-lo? 

Perguntas que rodeavam a mente deles, mas havia uma resposta. Clary é com o Jace... Mas por quê?
Clary queria explicações para tudo isso, por isso tentou ir atrás da mãe, mas justo naquele dia a mãe tinha sido sequestrada por Valentim.

Por que estava acontecendo tudo ao mesmo tempo? Oque ela não imagina é que isso é apenas o começo. Novas coisas irão surgir pela frente e ela está mais envolvida do que imaginava. Com ajuda de seus novos amigos Jace, Isabelle, Alec e, claro, Simon ela irá descobrir novas coisas...

Não irei prolongar porque não quero falar spoilers.
O livro não deixa os leitores respirarem. Ele é cheio de ação, ou seja, não é parado, oque deixa a leitura mais contagiante. 
Não tenho muito oque falar, amo muito a série. Tem aquele ar de suspende sabe? Do tipo ‘’meu deus’’ ou ''SOCORRO''.

A série é composta por seis livros, mas o ultimo ainda não lançou, oque faz que eu fique super ansiosa.

No Brasil o livro foi publicado pela editora Galera.
 
Desculpa a má qualidade hehe.
-Para de agir assim.
-Assim como?
-Como se nada o machucasse. 

Tudo oque você ouviu sobre monstros, lendas sussurradas em volta de uma fogueira... Todas as histórias são verdadeiras.

Leituras do Mês: Maio

Heey!! Não posto desde o dia 25 de maio, coisa péssima né? Pois é, mas voltei e estou com uma tag. Bem, não sei se posso chamar de tag mas vamos fingir que sim...

Vamos ver Oque eu andei lendo? 

Ps: Não ligue para o estado que está os livros ''Diário de Anne Frank'' e ''O Estudante'' pois não são meus e eu não sei oque a minha tia fez com ele, mas acho que está assim por serem meio velhos. 


  1. Comecei o mês lendo Os Contos da Seleção, um livro a parte da trilogia A Seleção, escrita pela Kiera Cass, onde conta os pontos de vista do Príncipe Maxon e do Guarda Aspen.
  2. O Diário de Anne Frank foi um livro que me emocionou, não tenho palavras para descreve-lo. Simplesmente perfeito.
  3. Logo em seguida li  A estrela que nunca ai se apagar e posso dizer que foi uma leitura muuuuuito fofa e agradável. Tenho resenha do livro no blog. 
  4. Finalmente A Escolha, o ultimo livro da trilogia A Seleção. Por que finalmente? Porque, poxa, estava super ansiosa para saber o final, com quem a America iria ficar? Li e amei, perfeito.
  5. Tinha que sair um pouco dos contos de fadas e ver um pouco da realidade, então minha tia me emprestou o livro O Estudante, escrito pela Adelaide Carraro,  que fala sobre as drogas. Ele é uma estória-verdade, então me impressionei com a forma que os adolescentes entram com uma facilidade nesse vício.
  6. Coloquei o pequeno livro Guia da Iniciação que fala um pouco mais Divergente. Li ele em uma viagem de Curitiba até a minha cidade. Nele contém sobre os personagens e algumas imagens, oque torna a leitura super rápida de ser lida.


Pois é, esses foram os livros que eu tive o prazer de ler no mês de Maio. Espero que gostem.
Vou deixar uma foto aleatória pois eu sou a pessoa mais aleatória do mundo...
Our Constellations - © 2015. Todos os direitos reservados
Template desenvolvido por Fancy Designs
Tecnologia do Blogger| Créditos: Garota no Mundo Html, Jackie Dream e Enjoy Things| △Voltar ao Topo△
imagem-logo