Resenha: Quem é você, Alasca?


Autor: John Green
Editora: WFMMartinsfontes
Quantidade de páginas: 229

Sinopse 
Miles Halter é um adolescente fissurado por célebres últimas palavras- e está cansado de sua vidinha segura e sem graça em casa. Vai para uma nova escola à procura daquilo que o poeta François Rebelais, quando estava à beira da morte, chamou de o ‘’Grande Talvez’’. Multa coisa o aguarda em Culves Creek, inclusive Alasca Young. Inteligente, engraçada, problemática e extremamente sensual, Alaca levará Miles para o seu labirinto e catapultará em direção ao Grande Talvez.

Quem é você, Alaca? Narra de forma brilhante o impacto indelével que uma vida pode ter sobre outra. Este livro incrível marca a chegada de John Green como uma voz importante na ficção contemporânea.

                                                                                                       +++

Miles Halter é um menino sozinho que tem uma vida sem graça e medíocre. Cansado disso, ele resolve entrar em uma nova escola no Alabama. Ao chegar nessa nova escola, Miles conhece seus novos amigos, o Chip Martin- mais conhecido como Coronel-, Takumi e a garota mais espetacular que ele já conhecera, Alasca Young, onde juntos vivenciam novas aventuras e descobertas.  

''Eu não sei onde fica o outro lado, mas acredito que seja em algum lugar e espero que seja bonito.''

''Quem é você, Alasca?’’ retrata a vida de três adolescentes que estão passando para a fase adulta, oque é o caso de alguns leitores.

O livro tem duas partes, o antes e o depois de um acontecimento que eu não vou falar, pois é um spoiler de matar haha.

''O primeiro amigo, a primeira garota, as ultimas palavras.''

Fiz um simples resumo do livro, pois cada parte é importante e eu pretendo não falar sobre eles para deixar um ‘’suspense’’, não que exista esse tal suspense, mas fica chato contar todo o livro...   

Interessei-me no livro logo de vista. O livro é excelente- assim como outros livros do John Green- e fácil de ser lido e compreendido. O livro em si tem bastantes besteiras, mas isso deixa a leitura mais engraçada e interessante.  Os capítulos não são muito grandes e deixa a leitura mais gostosa e rápida de se ler.

''Eu queria tanto me deitar ao lado dela, envolve-la nos meus braços e adormecer. Não queria transar, como nos filmes, nem mesmo fazer amor. Só queria dormir com ela, no sentido mais inocente da palavra. Mas eu não tinha coragem, ela tinha namorado. Eu era um palerma. Ela era apaixonante. Eu era irremediavelmente sem graça. Ela era infinitamente fascinante. Então voltei para o meu quarto e desabei no beliche de baixo, pensando que, se as pessoas fossem chuva, eu era garoa e ela, um furacão.''

Então oque acharam? Se eu recomendo? Claro que sim. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Our Constellations - © 2015. Todos os direitos reservados
Template desenvolvido por Fancy Designs
Tecnologia do Blogger| Créditos: Garota no Mundo Html, Jackie Dream e Enjoy Things| △Voltar ao Topo△
imagem-logo