Precisamos falar sobre Setembro Amarelo



Gosto muito desse clima amigável de Setembro, do ar de inverno que se esvai dando vida a primavera. A natureza é preenchida de flores coloridas enquanto o céu se abre numa coloração de azul. O floreiro da essência da aurora se torna agradável para quem vê e respira o oxigênio da atmosfera, mas para alguns isso é frívolo. Muitos estão ocupados com a sua rotina que toma grande parte do seu tempo, e coisas relevantes ocorrem rapidamente assim como as horas se passam.

É por isso que eu gosto de Setembro! Ah, Setembro, queria muito que você ficasse. Adoraria ver essa sua simpatia amarela por todos os meses. Não importa que cor seja, mas você poderia ficar, sendo rosa, azul, laranja ou amarelo. Podia trazer sempre essa preocupação que as pessoas tem uns com os outros quando postam em algum lugar que está sempre disposto a ajudar e ouvir desabafos. Mas sabe, eu sinto que quando você passar, esse socorro irá ficar para trás. Irão voltar cada um para o seu canto, como se você fosse apenas mais alguma coisa, como se o suicídio só acontecesse em Setembro, e não em Outubro, Novembro, Dezembro ou até mesmo em Janeiro.

Mas aí eu penso: e aquelx garotx que foi puxadx aos poucos pela depressão? Aquelx que no início lutou contra a vontade de sair de casa, mas perdeu o confronto e se afundou na cama, onde a coberta por cima de seu corpo lhe dava assistência? Normalmente tentam ignorá-lx no dia a dia, onde a máscara social está presente no seu cotidiano.

A pergunta é: o que nos define? Quem realmente você é? Queria saber se você é aquela pessoa que se esconde através da aparência, inventando ser quem nunca foi. Ou, talvez, aquele que solta um sorriso, se questionando ser feliz. Você é feliz ou apenas aparenta ser?

Seria tudo muito fácil se permitissem que a felicidade fosse verdadeira e baseada no que as pessoas sentem, sem questionamento de porquês. E se abraçassem sem mentiras e não falassem pelas costas, tudo seria muito mais limpo e a vida não seria tão complexa.

Nos acostumamos tanto com um conceito que se torna algo constante e "normal" quando, na prática, isso não deveria estar no nosso usual. É tão fácil julgarmos certa pessoa porque fez tal coisa, que esquecemos de tentar saber e procurar a verdadeira razão para poder ajudá-lx, já que "isso não é da nossa conta". Na verdade, enquanto você está curtindo com seus amigos, esse sujeito está repensando nas palavras que disse e no que poderia ter feito ou sido se tivesse uma oportunidade de mudar, tentando ser aceito por vozes que disseram para estar dentro de um padrão.

Quando alguém lhe falar sobre depressão, transtornos e outros problemas, nunca desmereça isso só porque não está na sua realidade. Não é só porque você não tem essa crise que é algo inventado ou fictício. O silêncio de uma pessoa muitas vezes não é por falta de palavras, e sim pela complexidade e abundância delas.

No fim, queria muito que esse ar de Setembro Amarelo não fosse embora, e que todo esse amparo continuasse existindo a qualquer hora.



7 comentários:

  1. Oi, Ana.
    Que lindooooo!
    Você disse coisas lindas!
    Parabéns!!!!
    Beijos,
    Keth.
    Blog: www.parbataibooks.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oi, Ana. Eu simplesmente amei seu texto. Concordo com você ao dizer que este é um mês muito importante em vários sentidos. O Setembro Amarelo nos mostra o quão pouco conhecemos alguém, porque a cada dia que alguém se suicida, vamos tentando entender suas motivações e percebendo que aquela pessoa que nos aparentava felicidade não era a mesma que estava sozinha em casa. Acredito que todos os dias devíamos nos preocupar com isso, e não somente dar um mês a devida importância. Mas cada um sabe o que quer, por isso faço minha parte e sempre distribuo amor por onde passo.
    Abraço! Leitora Encantada

    ResponderExcluir
  3. Acho essa campanha bem bacana. É preciso falar sobre esse assunto sem receios. Às vezes eu acho que as pessoas evitam conversar sobre isso, parece um tabu!
    A gente tem qur aprender a abir os olhos, a olhar ao redor, a reconhecer quem precisa de ajuda.
    Adorei o texto.

    Beijo
    - Tami
    http://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
  4. Adorei seu texto, Ana! E concordo com você, por que não sermos gentis durante todos os meses, todos os anos? As pessoas têm problemas todos os dias, temos problemas todos os dias, e todos que queremos é compreensão, empatia, gentileza, amor! Se o mundo fosse um lugar mais gentil, se as pessoas fossem mais gentis, a vida seria muito mais bela e pura!

    apenasumaleitura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oii Ana, tudo bem?
    Adorei seu texto, precisamos sim falar sobre assunto, conversar, conscientizar...
    Tantas pessoas as nossa volta podem estar passando por situações difíceis, e nem temos conhecimento, quando descobrimos já pode ser tarde... O diálogo e fundamental, e realmente, não deve ser praticado só em Setembro, mas todos os dias!
    Amei mesmo o seu texto!

    Beijos,
    Ana | Blog Entre Páginas
    www.entrepaginas.com.br
    Participe do SORTEIO DE 1 ANO do Blog!

    ResponderExcluir
  6. Olá,
    Lindo texto e sábias palavras.
    Nada como conscientizar que as doenças emocionais não podem ser tachada de qualquer coisa ou frescura. É grave e infelizmente, alguns são vencidos os levando ao suicídio. Já tive fases de depressão e sofro de ânsia, alguns dias são horríveis, mas sempre imagino que há pessoas num estado pior que o meu e torço muito por elas. ♥

    tenha uma ótima quinta.
    Nana - Obsession Valley

    ResponderExcluir
  7. Olá, tudo bem? Muito linda essa postagem, amei! Também queria que esse ar ficasse para sempre, não só no mês que passou...

    Beijos,
    Duas Livreiras / Sorteio de 3 KITS

    ResponderExcluir

Our Constellations - © 2015. Todos os direitos reservados
Template desenvolvido por Fancy Designs
Tecnologia do Blogger| Créditos: Garota no Mundo Html, Jackie Dream e Enjoy Things| △Voltar ao Topo△
imagem-logo